Brincadeiras da Minha Rua


Dedico este trabalho a minha família

Diego, Daniel e Gleuse


Agradeço aos amigos Márcio Dizon e Izabel Cristina de Souza Glória

por suas inestimáveis colaboração


Desenhos do Velho Bruxo da Ilha e Izabel

Esta é uma pequena história das brincadeiras e da turma que morava na minha rua, quando eu era ainda uma criança. Os amigos que cresceram comigo lá na Servidão Büchelle ( Hoje Vidal Gregorio Pereira ), na Coloninha. Esta turma brincava na rua que era de barro, sem calçamento. Eram eles: o Nego César ( Mário César ), filho da Dona Marta e seu Sebastião; o Bá (Ilmar) e Zulmar, filhos do seu Badoca e da Dona Licinha; tinha também o Lô, filho do seu Jorge (metralha); o Ica( Joceli ) e o Tita ( Jamil ) , filhos do seu Amaro e de Dona Clarinda; o Orlando , filho do seu Pedro e da Dona Ida; o Lucas, filho da Dona Novinha; o Haroldo e o Dica, filhos do Maneca e da Dona Ingerca; também tinha os Netos da Dona Merencia o João e Dego; o Mi ( Edemir ) , filho do seu Edemir e da dona Helena; o Jair e o Rogério , Filhos de Dona Palmira e seu Agenor; o Edson , filho da Dona Josa; tinha o Nilton e o Lola, filhos da Dona Dica e o seu Paulo; Tinha Eu e meus irmãos Gilberto e Enio, filhos da Dona Lila; o Lico , o Feca e o Edinho, filhos da dona Bia; sem esquecer o Miganga (Pedro Paulo). Toda esta turma brincou de : Alturinha - Bandeira Salva - Bate Latinha - Bodoque - Boi de Mamão - Bola de Mão - Bola de Vidro (estradinha) - Bola de Vidro (roda) - Boloque ou Biloque - Calha - Carretão - Carrinho de Lata - Funda - Garrafão - Malhação do Judas - Pandorga - Patinete - Pião - Pique - Queimadinha - Rodinha de Gancho - Taco - Amarelinha - Isso durava o ano inteiro. A cada tempo ou mês tinha um tipo de brincadeira, nunca esquecendo o futebol na rua de preferência uma tarde após uma chuva que d eixou a rua de barro bem lamacenta. Mas esta é uma outra história.

Pesquisado e escrito entre 07/03 a 05/07 de 2003

 
INICIOVOLTA